A diretoria do Sintramotos (Sindicato dos Trabalhadores e Condutores de Veículos, Motonetas, Motocicletas e Similares de Curitiba e Região Metropolitana) participou do XVI Seminário Preparatório para as Negociações Coletivas 2017 nos dias 05, 06 e 07, no Hotel Mabu, em Curitiba, e do XI Seminário Jurídico, realizado no dia 07, no salão nobre da Universidade Federal do Paraná (UFPr). Organizado pelo Instituto São Cristóvão (ISC) e UFPR, o evento contou com a participação de convidados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Terrestre (CNTT) e, no terceiro dia, do ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Augusto César Leite de Carvalho. Também foi uma oportunidade para reunir lideranças sindicais, dirigentes e entidades parceiras.

     Segundo o presidente do Sintramotos, vereador Cacá Pereira, em três dias, os dirigentes sindicais discutiram as negociações coletivas das várias categorias representadas, entre outros assuntos. “Fomos atrás de aperfeiçoamento sobre as negociações coletivas para acrescentar melhor qualidade ao nosso trabalho levado aos nossos representados. Debater assuntos como estes é de extrema importância para avançarmos nas conquistas para os trabalhadores”, afirmou Cacá.

     Durante o Seminário, os participantes aprovaram o rol básico da cláusula de reivindicações, que será discutido em assembleias setoriais em novembro deste ano. De acordo com o secretário geral do Sintramotos, Edmilson da Mata, um dos integrantes da Comissão de Negociações Coletivas, essas assembleias são fundamentais para que o trabalhador saiba as reivindicações que serão feitas. “É fundamental que os trabalhadores compareçam, participem e deem sugestões. Afinal, os sindicatos trabalham, propriamente, em cima das reivindicações vindas do trabalhador”, afirmou.